Microsoft Edge integra o Adobe Acrobat em Março!

O browser Microsoft Edge já tem um leitor de PDF incorporado para ler documentos que estejam neste formato sem ter de utilizador uma aplicação externa. No entanto, a partir de março de 2023, o Microsoft Edge vai ter direito a novas funcionalidades de PDF melhoradas (Adobe Acrobat) graças a um acordo recentemente revelado com a Adobe. Isto é sem dúvida mais uma característica que pode ir buscar alguns utilizadores ao Chrome e ao Firefox.

Microsoft Edge integra o Adobe Acrobat em Março!

Ou seja, como referi acima a Microsoft anunciou que em março o Edge terá uma atualização que vai adicionar o motor PDF do Adobe Acrobat dentro do browser. Esta adição dará aos utilizadores do Edge no Windows 10 e 11 mais funcionalidades relativas a este tipo de documentos. Nelas inclui-se, por exemplo, uma melhor seleção de texto e narração em voz alta. Também teremos uma representação de cores e gráficos com mais precisão juntamente com melhores funcionalidades de segurança e desempenho em geral.

Entretanto se os utilizadores quiserem ainda mais funcionalidades PDF no Microsoft Edge, incluindo a conversão para outros formatos de ficheiros e capacidades de edição completa, podem adquirir uma subscrição do Adobe Acrobat. Isto poderá ser feito dentro do browser Edge. Tudo para que os utilizadores não tenham de o deixar para obterem a atualização.

Apesar de já conhecermos o mês em que esta novidade chega, a Microsoft irá adicionar o novo leitor de PDF por etapas. Ou seja, mais um lançamento faseado.

Como nota, o atual leitor de PDF em Edge será descontinuado pela Microsoft em março de 2024. Isto apesar de ser um bom leitor.

No entanto nem todas as novidades são assim tão boas. Isto porque há outra que terá um efeito prático um bocadinho diferente desta.

Denominada “Discover”, a funcionalidade é a nova tentativa da Microsoft de impor conteúdo recomendado no Edge e há muitas coisas erradas. Para começar, fica onde costumava estar o botão do menu. Assim algumas pessoas vão tentar fazê-lo no local habitual e vão acabar por aceder a esta nova função. Mas há mais!

Os visuais questionáveis são outra coisa que pode vir a irritar os clientes. O Microsoft Edge é um browser mais minimalista com ícones simples que não atraem atenção desnecessária e não atrapalham. O botão “Discover” parece exatamente o oposto. Tal como se estivesse a dizer carreguem aqui. Mesmo que seja semelhante ao resto da barra lateral (assumindo que a está a usar), há outro problema. É o único botão que não é possível reposicionar ou remover da barra de ferramentas é o responsável por mostrar conteúdo recomendado pelos anúncios.

A outra coisa muito errada como refere o site Neowin, é o facto desta função abrir, não quando carregamos no botão mas quando passamos o rato por cima dele. Lembra-se do widget de notícias e interesses? Pois bem, é uma coisa muito semelhante.

Para já o primeiro feedback não podia ser pior. Os Edge Insiders já odeiam o novo separador “Discover”, e os fóruns estão lentamente a encher-se de comentários menos simpáticos. Resta-nos esperar que a Microsoft venha a ter juízo e perceba que precisa de dar aos utilizadores, pelo menos, a opção de ocultar ou desativar o botão. Caso contrário as pessoas podem começar a saltar para outro browser.

Fonte: leak.pt

Precisa de assistência informática? Marque já aqui


Discover more from PC ASSISTE

Subscribe to get the latest posts to your email.