Ainda vale a pena comprar um mini-computador de secretária?

Os mini PCs podem ser mais práticos (e normalmente custam menos) do que os computadores de secretária de tamanho normal. Mas será que vale realmente a pena Como o nome indica, os mini PCs são computadores mais pequenos do que a caixa de um computador de secretária normal. Atingem essa dimensão reduzida utilizando (normalmente) peças de computadores portáteis e não se concentrando demasiado no desempenho absoluto. Mas vale a pena comprar um mini-computador? E substituem um portátil ou um desktop?

Ainda vale a pena comprar um mini-computador de secretária?

Os computadores de secretária costumavam ser grandes porque tinham de acomodar peças maiores, como discos rígidos internos de 3,5″ e unidades de disco óptico – como leitores/gravadores de Blu-ray ou DVD. As placas de expansão também eram importantes há algumas décadas: nessa altura, as motherboards não tinham componentes incorporados, como portas de rede com fios e saídas de áudio.

Com o avanço da tecnologia, os componentes que proporcionam um desempenho diário suficiente para as tarefas de escritório e estudo começaram a tornar-se mais eficientes. Atualmente, são mais pequenas e requerem menos energia. Isto significa que os grandes computadores de secretária já não são necessários para estes casos de utilização. Alguns PCs minúsculos são tão pequenos que nem sequer têm ventoinhas de arrefecimento.

Atualmente, os mini PCs podem realizar praticamente qualquer tarefa que não exija uma placa gráfica dedicada. Alguns modelos são capazes de realizar jogos ligeiros ou modelação 3D, enquanto outros são compatíveis com GPUs (incorporadas ou externas) e podem servir como PC para jogos ou estação de trabalho de gama média.

Pode substituir um portátil?

Se não precisar do ecrã, da bateria, do teclado e do rato incorporados que acompanham um computador portátil, um mini PC pode certamente substituir um computador portátil. Suponhamos que quer utilizar o mesmo computador em casa e no seu local de trabalho. Se tiver os periféricos necessários em ambos os locais, um computador pequeno funciona da mesma forma que um computador portátil. Alguns modelos são tão pequenos que podem ser transportados no bolso.

Como bónus, um PC minúsculo pode até ser mais leve e mais pequeno do que um computador portátil. Se estivermos a falar de computadores topo de gama, como portáteis para jogos ou estações de trabalho, as diferenças de tamanho e peso serão mais acentuadas. Nesses casos, pode até sentir-se tentado a comprar um monitor portátil decente, um bom teclado sem fios e um bom rato sem fios, e utilizar o seu mini PC para trabalhar em viagem.

No que diz respeito a um computador de secretária depende muito daquilo que faz. Se for sobretudo para Office e afins chega muito bem.

Pode utilizar um Mini PC em praticamente qualquer situação que não exija um computador topo de gama.

Se está a adquirir um novo computador de secretária para tarefas triviais, comprar um mini-computador é uma boa aposta. Precisa de um computador económico para os seus filhos? Sem dúvida, também é uma boa opção!

No entanto há duas situações em que os mini PCs não serão uma boa opção. Se precisar de utilizar placas gráficas discretas ou se for indispensável um monitor incorporado. No primeiro caso, opte por um computador de secretária. No segundo caso, é provável que precise de um computador portátil se nem mesmo um bom monitor portátil for suficiente.

Fonte: leak.pt

PC ASSISTE: Serviços de Assistência em Informática.

Precisa de assistência informática ao domicílio? Marque Já Aqui


Discover more from PC ASSISTE

Subscribe to get the latest posts to your email.