Lembra-se do antivírus Panda? É a nova arma no arsenal da gigante WatchGuard

A Panda Security, que já foi uma das mais importantes marcas de antivírus de consumo, há muito que mudou o foco de negócio para a área empresarial. Agora que faz parte da americana WatchGuard, o cerne é quase única e exclusivamente a proteção das empresas, mas se ainda encontrar nas lojas caixas com o logotipo do panda, isso também faz parte do plano

Precisa de assistência informática ou aconselhamento? Clique aqui

Ferramentas de segurança de rede, de autenticação multifator, firewalls e programas de gestão unificada de ameaças (UTM na sigla em inglês) são algumas das soluções que a empresa americana de segurança informática WatchGuard já disponibiliza. Mas a este ‘arsenal’ ainda faltavam ‘armas de defesa’. Em março, a WatchGuard anunciou a aquisição da Panda Security, negócio que ficou concluído em junho. Agora, em pleno processo de integração, a empresa promete uma maior aposta no mercado português.

Pode lembrar-se da Panda Security dos tempos em que a empresa era uma das maiores no segmento dos antivírus. Os anos trouxeram ameaças diferentes, um mercado diferente e a Panda acabou por perder relevância junto do consumidor final. Como alternativa, a tecnológica criada em Espanha virou-se para o mercado empresarial.

A tecnológica ainda vende soluções de segurança para os consumidores finais, mas segundo António Correia, gestor de vendas da WatchGuard Portugal, nos últimos anos, a faturação em lojas de retalho “representam 3 a 5% no mundo Panda”. Segundo o responsável, “ainda há parceiros que valorizam a venda ao cliente final, mas o foco desde há muito que é totalmente corporativo”.

Já Carlos Vieira, diretor da WatchGuard para Portugal e Espanha, confirmou que as ‘velhinhas’ caixas com uma solução de proteção de segurança informática lá dentro vão continuar a ser vendidas no mercado português, assim como a venda através dos canais digitais, mas o “foco da empresa é o negócio corporativo”.

Segundo o líder máximo da WatchGuard para o mercado português, “a Panda Security encaixa que nem uma luva na [nossa] estratégia. Desde o conhecidíssimo sistema de defesa adaptativo ao gestor de atualizações, agora temos um portfólio para os nossos parceiros muito mais importante”. Um dos pontos fortes da Panda Security é a chamada solução de endpoint, uma ferramenta que abrange diferentes tipologias de proteção de segurança e que garante proteção atualizada em tempo real a dispositivos como computadores, tablets e smartphones.

“A Panda Security adiciona esta solução avançada ao endpoint e acrescenta tudo o que tinha ao nosso portfólio de produtos”, sublinha Carlos Vieira. Agora a empresa quer alavancar a presença que a marca já tinha no mercado português e fazer chegar não só as soluções Panda aos atuais clientes da WatchGuard, como também fazer o caminho contrário.

Em Portugal, a WatchGuard conta com 200 parceiros de revenda, cerca de 30 dos quais são certificados pela própria tecnológica americana. A empresa adianta que o objetivo é continuar a crescer a dois dígitos, como tem acontecido nos últimos anos, nos quais tem registado um crescimento médio anual de 20%.

Fonte: visao.sapo.pt/exameinformatica/

Precisa de assistência informática ao domicílio? Marque já aqui


Discover more from PC ASSISTE

Subscribe to get the latest posts to your email.