A próxima grande atualização do Windows 10 já tem nome e a sua lista das novidades

A Microsoft tem no Windows 10 o seu sistema operativo mais importante dos últimos anos. Os seus desenvolvimentos são continuos e as novidades estão a chegar a um ritmo elevado.

Depois da confusão que foi a atualização de outubro de 2018, é agora a hora de chegar uma nova. Esta já tem nome e também uma lista definida de novidades que vão ser apresentadas.

Começam a ser cíclicas as novas versões do Windows 10 com o intuito de trazer novidades. Pelo menos 2 vezes por ano surgem as atualizações esperadas, com todas as novidades que foram criadas até esse momento.

Agora, depois de uma última atualização problemática, é hora de preparar a próxima ronda de novidades. A Microsoft vai chamar-lhe Windows April 2019 Update e, como o nome indica, tem também já uma data para ser lançada.

Com base na linha de builds 19H1, esta deverá ser terminada até ao fim do fim do primeiro quadrimestre, sendo depois tornada pública e instalada em todos os PCs. As novidades são muitas e têm sido já apresentadas de forma frequente.

O Edge vai passar a estar baseado no Chrome

Uma das mais importantes novidades desta nova atualização será mesmo a mudança radical que o Edge vai sofrer. A Microsoft optou por abandonar o seu motor de browser, o EdgeHTML, sendo usado o Blink.

Assim sendo, é ainda é cedo para saber o que isto representará, mas há a certeza de ser um browser rápido e com suporte para extensões.

A Microsoft tem já um programa de testes preparado para avaliar a novidade. Para aderir ao novo programa Insider dedicado ao Edge, os utilizadores só necessitam de se registar nesta página.

O menu iniciar e as apps vão contar com um tema light

Também ao nível do menu iniciar e da parte gráfica vão haver várias mudanças. A mais representativa e mais visível vai ser a chegada de um tema Light ao Windows 10. Este terá cores mais claras e será mais ajustado para uma utilização mais leve.

Além disso, o próprio Menu Iniciar terá mudanças no desempenho, com a criação de vários processos para controlar de forma mais precisa a sua utilização com a finalidade de evitar problemas.

As atualizações vão reservar espaço no Windows 10

As atualizações do Windows 10 vão também ser alvo de melhorias de monta. Primeiramente, o Windows passará a reservar espaço para a instalação de atualizações. Desta forma não vão haver mais situações de falta de espaço.

Para os utilizadores do Windows 10 Home há também uma surpresa. Estes vão passar a poder colocar as atualizações em pausa, garantindo assim que estas são instaladas apenas quando o utilizador pretende.

O Windows 10 vai ter uma sandbox nativa e segura

No campo da segurança vão surgir novidades que vão proteger ainda mais os utilizadores. A mais importante é mesmo a Sandbox que a Microsoft preparou para os utilizadores.

O Windows Sandbox vai conseguir isolar de forma segura e simples todas as aplicações que não se considerem seguras.

Com o Windows Sandbox, o Windows 10 criará áreas completamente seguras e que têm por base o seu próprio sistema operativo. Outra vantagem óbvia é que com poucos cliques está acessível uma máquina virtual sem toda as complicações que normalmente existem.


Depois de uma atualização de outubro desastrosa, que terminou apenas em dezembro, espera-se sem dúvida que esta corra melhor. Todas estas novidades vão melhorar o Windows 10 para que possa ser ainda melhor. Querem ainda continuar o seu crescimento e trilhar o caminho para o domínio do mercado.

Fonte: pplware.sapo.pt

Precisa de assistência informática ao domicílio? Marque já aqui

Deixar uma resposta