Cibersegurança: Europa garante acordo para reforçar segurança e cria sistema de certificação de produtos e serviços

Esta noite, o Parlamento Europeu, o Conselho e a Comissão Europeia chegaram a um acordo político sobre a lei da cibersegurança que reforça o mandato da ENISA e cria alguns mecanismos inovadores de certificação e cooperação entre os Estados membros.

A Lei da Cibersegurança, ou Cybersecurity Act, foi proposta em 2017 mas precisava de um acordo entre o Parlamento, o Conselho Europeu e a Comissão Europeia para poder implementar as medidas que foram negociadas entre os três órgãos da União Europeia. O acordo foi fechado esta noite e reforça o mandato da Agência de segurança, a ENISA, garantindo mais recursos, estabelecendo também um quadro de referência que pretende ajudar os Estados membros a responder mais eficazmente aos ataques, melhorando a cooperação e coordenação entre os vários países e instituições.

Há ainda conceitos inovadores, contemplando o desafio de melhorar a segurança de produtos e serviços logo na fase inicial de desenvolvimento, sobretudo nos relacionados com a Internet das Coisas, e um sistema de certificação com um balcão único para facilitar o processo e reduzir custos.

Fonte: tek.sapo.pt

Deixar uma resposta