As novidades que vai encontrar no “novo” Gmail

A Google vai permitir a definição de uma “data de validade” para e-mails enviados a partir da sua nova versão do Gmail, que a partir de hoje estará disponível em testes para 1.400 milhões de utilizadores em todo o Mundo “. Um novo modo confidencial permite que controle acções como enviar, copiar, descarregar ou imprimir a sua mensagem, o que é útil quando tem que enviar informações confidenciais “, segundo o que a empresa da Califórnia descreveu numa declaração.

Dessa forma, há uma” opção para fazer uma mensagem expirar após um período definido para ajudá-lo a manter o controlo das suas informações “, acrescentou a Google. Segundo o portal The Verge, o gestor de produto do Gmail, Jacob Bank, as alterações visam melhorar a produtividade e segurança do utilizador e usa a gestão de direitos integrados (IRM) e autenticação de dois fatores (2FA). No entanto, Bank indicou a esse portal que o modo confidencial estará disponível “nas próximas semanas”, ao contrário do resto das funcionalidades daquela versão. Através do seu novo desenho, o Gmail torna mais acessíveis um conjunto de tarefas como abrir anexos e fotos da sua caixa de entrada sem ter que aceder às próprias mensagens.

De acordo com o conjunto de novidades, também pode arquivar, excluir, marcar mails como lidos ou não lidos sem os abrir, além de que haverá um botão de repetição para adiar a leitura para outro momento conveniente. Do mesmo modo, a nova versão inclui alertas para rastrear mensagens recebidas há vários dias, para que haja notificações específicas para mensagens de alta prioridade, ou para identificar conteúdo potencialmente perigoso. “Temos aumentado dramaticamente o nosso investimento na proteção de phishing (delito informático)”, disse Bank, sublinhando, a propósito desta função, que as mensagens de risco ou potencialmente fraudulentas serão apresentadas a vermelho. Para evitar que se acumulem mensagens, o Gmail vai igualmente sugerir quando poderá ser uma boa ocasião para cancelar subscrições que raramente foram acedidas pelo utilizador, revelando mesmo quando foi a última vez que esse tipo de mensagens foi acedido.

A empresa estará a preparar também a chegada das respostas inteligentes à versão web do Gmail, algo que já existe nas aplicações do serviço para telemóveis Android e iPhones. Com recurso a algoritmos e inteligência artificial, o Gmail é capaz de definir um conjunto de respostas possíveis aos emails recebidos. O utilizador pode optar, assim, por escrever manualmente uma resposta, ou enviar uma resposta já escrita, à distância de um clique. Outras novidades passam possibilidade de abrir aplicações como o Calendar ou Keep the Task dentro do próprio Gmail, algures com recurso a uma barra lateral.

FONTE: maistecnologia.com

Deixar uma resposta